Compartilhe:
Marketing

E-commerce brasileiro: um panorama

Veja dados e estatísticas do comércio eletrônico que vão te convencer a abrir uma loja virtual!


Fatores que colaboraram para o crescimento do comércio eletrônico

Se você chegou até aqui já tem uma ideia do quanto o comércio eletrônico está aquecido. Comprar pela internet já faz parte da rotina de milhões de pessoas e no Brasil, mesmo diante de uma crise econômica e social, esse mercado não para de crescer.

Mas, por que as lojas virtuais se tornaram um negócio tão atrativo? Por que a crise não atingiu o e-commerce?

Vamos analisar alguns pontos muito positivos que nos respondem essas perguntas:

– A evolução tecnológica, que democratizou e melhorou o acesso à internet, tanto por computadores quanto por dispositivos móveis, e aumentou exponencialmente o número de internautas.

– Diversidade e segurança nas formas de pagamento e transações online, que podem ser realizadas com cartão de crédito e boleto bancário

– Os consumidores hoje, globalizados e conectados, preferem soluções imediatas e a internet oferece essas soluções.

– A comodidade, já que não é mais necessário sair de casa para comprar.

– A facilidade de pesquisa por melhores preços, uma vez que são muitas lojas vendendo os mesmos artigos.

– A variedade de produtos, em vez de procurar em shoppings de lojas físicas somente em sua região, o consumidor tem acesso a lojas e produtos de outras cidades, estados e até países, abrindo um leque gigante de opções.

 Como se pode perceber, são muitos fatores que favorecem o comércio online.

O que você acha de conhecer um pouco mais a fundo a situação do Brasil nesse contexto?

Conhecendo o e-commerce brasileiro

e-commerce-brasileiro

É importante conhecer as estatísticas do e-commerce no Brasil, um mercado que não para de crescer.

Acompanhe os números:

– Nos últimos seis anos a quantidade de internautas no Brasil cresceu 143,8%, hoje são 110 milhões de usuários conectados (metade da população brasileira).

– Os brasileiros ficam em média 09 horas por dia na internet, interagindo nas redes sociais, fazendo pesquisas, trabalhando, estudando e também, comprando.

– Considerado o 10º melhor e-commerce do mundo, o Brasil já está entre os 10 países que mais vendem pela internet.

– 51% dos internautas brasileiros já compraram pela internet

Esses dados justificam o movimento de bilhões de reais no comércio eletrônico. Em 2014 a internet movimentou R$ 35,8 bilhões só no Brasil e a previsão para 2015 é que esse valor aumente para 43 bilhões.

No primeiro semestre de 2015, mesmo com seis meses de crise econômica, o e-commerce faturou mais que em 2014. Só no período do Dia das Mães foram gastos 1,51 bilhões em compras pela internet, segundo a e-bit.

Pesquisas apontam que, enquanto as vendas do comércio tradicional caíram 2,1% num comparativo de abril/2014 com abril/2015, as vendas online cresceram 8,1%.

Os números são excelentes e animadores! Mas como em todo negócio que se pensa começar, é necessário conhecer mais profundamente o mercado do comércio eletrônico e tudo que o envolve, por isso separamos mais algumas informações importantes que você precisa saber sobre o e-commerce antes de abrir sua loja virtual.

Mais dados importantes antes de montar seu e-commerce

loja-virtual-2

Agora, entendendo melhor a situação do comércio eletrônico no Brasil e os motivos do sucesso das lojas virtuais, você deve conhecer mais alguns dados e dicas relevantes!

Dica: Faça Benchmarking

Benchmarking é um estudo de mercado, uma pesquisa feita através da comparação entre os serviços, produtos e práticas empresariais realizadas pelas grandes empresas do mercado, pela qual são identificadas as melhores práticas e assim, surgem novos conhecimentos e ideias para aplicar em qualquer área de sua empresa.

Há vários tipos de Benchmarking, em cada um você pode analisar as diferentes formas de organização de um negócio. Há o Benchmarking competitivo, o interno, o funcional e o genérico.

Com esse estudo você vai entender mais sobre seu nicho específico no e-commerce, conhecendo melhor as empresas atuantes, como fazem suas entregas, como é o atendimento ao cliente, entre outros pontos importantes para quem quer montar um e-commerce.

Veja algumas estatísticas

Segundo a e-bit, os dispositivos mais usados para compras no primeiro semestre de 2015 foram:

– 10,1% dispositivos móveis

– 89,9 % computadores/notebooks

segmentos-mais-vendidos

 

expectativa-de-crescimento

Conheça seu consumidor

Considerando o primeiro semestre de 2015, a grande parte dos internautas brasileiros está concentrada nas 11 principais regiões metropolitanas do País, sem avaliar as outras regiões:

regioes-metropolitanas

Homens x Mulheres x Idade

Quanto ao sexo, as mulheres lideraram as compras online, realizando 53% das operações, mas com pequena diferença em relação aos homens.

E o ranking de idade dos consumidores virtuais também merece consideração:


ranking-.consumidores-virtuais

Agora sim, com todas essas informações animadoras e detalhadas sobre o comércio eletrônico você está munido para começar seu Benchmarking e, definitivamente, sua loja virtual.

Nos próximos posts vamos dar dicas de como fazer o planejamento para abrir seu e-commerce, não perca!

GuiaMais tem as melhores soluções para a sua loja virtual! Conheça nossa multiplataforma para e-commerce e nossos planos, com certeza um deles se encaixará nas necessidades da sua empresa.

Se você quer saber mais sobre o mercado de comércio eletrônico no Brasil, baixe nosso e-Book: 10 Dicas Essenciais para o Sucesso da sua Loja Virtual.

Baixar e-book grátis

Seja o primeiro a comentar
Compartilhe:

SOLICITE UMA CONSULTORIA GRATUITA

Marketing Digital para Pequenas e Médias empresas

Deixe um comentário

Assine nossa Newsletter

Receba por e-mail nossas novidades e publicações.